LUME – Dissolva-se-me

LUME – Dissolva-se-me

LUME – DISSOLVA-SE-ME

Grande Auditório

22 e 23 Outubro ás 16h

M/16

10€

Solvência em tempos de guerra é dissolução de balas, infelizmente não daquelas açucaradas. Quanto tempo tem o tempo? Talvez a mesma quantidade de luz quando a lâmpada se apaga. E tem ainda ácaros e bonecas quebradas e nosso respirar depende disso. Paredes lentas, médias e rápidas. Aulas sem qualquer interpretação e ausências iniciais. E na sequência-acção tem o Martín, um olhar para trás desconfiado, um carrinho de rolimã quebrado, Oxum, um guerreiro gay cansado, caretas sem nexo para frente e para trás. Ah! E aquela pose de braços erguidos parecida com um herói amedrontado, sabe? Em algum momento carnifica-se em ausência comandos para peles sem contorno com gritos retidos, mas essas são passagens esquecidas em nosso país. Lembra-se dos amores amarelados e despencados no CID10 de 20 a 29? Monstro e Nitrogênio reciclável! Ser Wi-Fi. Cansa! Cansa? Sua-se muito também. Olha-se nos olhos. Toca-se – pele com pele – tanto no início, como no fim e meio: afinal temos as nuvens. Será que precisamos mais disso? O importante é mudar de lugar, proporcionar outras aparências, outros pontos de vista, momentos 1, 2, 3, vários… e assim fez-se. Nem poesia, nem espectáculo, dança ou performance – ou tudo junto: uma ode aos 0,01% de inventividade deformada feito Francis Bacon e alicerçada pelos atlantas, ou o que dá no mesmo, pelos inexistentes, tipo assim… Deus. Simples. Não há lógica, assim como na vida organizada. Há infinitas perspectivas: Pedro, aquele que chove, sabe. Então… é isso! O que desejo dizer é isso… somos falange! Como dizia um amigo filósofo já morto: “pensar é um ato de violência”. Sim, claro!

Audiovisual e Registro: Alessandro Poeta Soave

Coordenação de Produção: Cynthia Margaret

Apoio Administrativo: Cristiane Taguchi e Giselle Bastos

Design Gráfico e Fotografia: Arthur Amaral

Assessoria de Comunicação: Marina Franco

Produção Executiva: Luciene Maeno

Assistente de Produção: Luiza Moreira Salles

Produção Portuguesa: Vanda Ricardo Rodrigues 

Ficha Técnica e Artística

Criação: Luis Ferron e Renato Ferracini

Direção e Composição: Luis Ferron

Atuação: Renato Ferracini

Assessoria de Mímesis: Raquel Scotti Hirson

Composição Musical: Marcelo Onofri

Acordeão: Edu Guimarães Sanfona

Voz: Carlos Simioni

Poema Final: Gertrude Stein

Coordenação Técnica: Francisco Barganian

Reservas:

bilheteira@teatroiberico.org

www.facebook.com/teatroiberico

Tlf: 218682531

Tlm: 927510092